Carlito Maia – a irreverência equilibrista

R$39,00

Carlito Maia era irreverente, radical, moleque, gentil. Foi um militante petista atípico (criou slogans como ‘oPTei’, ‘Lula-lá’ e ‘Sem medo de ser feliz’, mas não se filiou ao partido), nunca foi devoto da neutralidade e fazia questão de afirmar ser avesso a concessões. São dele também expressões como ‘Tremendão’, ‘Ternurinha’ e ‘Jovem Guarda’ – esta inspirada num texto de Lenin em que se referia ao proletariado como ‘a jovem guarda a quem o futuro pertence’. Mas não foi somente a criação de frases geniais que fez a glória de nosso herói.

Marcando presença constante em todos os bons combates, notabilizou-se por enviar – sob o patrocínio da Rede Globo, onde trabalhou por mais de vinte anos – flores para uma infinidade de estréias de espetáculos teatrais, lançamentos de livros ou vernissages, o que só fez aumentar a legião de amigos e admiradores que colecionou. Este livro é resultado da vida rica e multifacetada desse ‘publicitário-filósofo-humanista’. Escrito por Erazê Martinho, amigo de velha data, parceiro de noitadas, campanhas políticas e publicitárias, percebe-se em todas as páginas a admiração do autor pelo personagem.

1 em estoque

REF: Carlito Maia – a irreverência equilibrista Categorias: , , , , Tags: ,

Autor:
Erazê Martinho

Número de páginas:
174

ISBN:
978-85-7759-031-7

Editora:
Boitempo

ID do produto: 4998

Informação adicional

Peso 0.27 kg
Dimensões 14 × 21 cm
Aguarde

Livraria e Editora Expressão Popular

Receba nossos informativos!