Che, um poema guerrilheiro

R$20,00

Nunca foi militar, nem burocrata. Foi simplesmente um jovem, um homem que um dia deixou o bisturi quase virgem, para empunhar a verdade e a poesia. Suas balas foram verdadeiras, mas foram justas. Combatia contra um monstro que parecia imbatível e conseguiu vencê-lo.
Na sua mochila de revolucionário estavam os de sempre, seus amigos poetas, os que como ele também combatiam com a palavra e com as armas se fosse necessário.
Não podiam faltar na Sierra Maestra ou no Congo ou na Bolívia mineira, os poemas dos poetas que o haviam acompanhado nas suas longas viagens pela América profunda: Pablo Neruda, Nicolás Guillén, César Vallejo e León Felipe. Também gostava de ler o poeta turco Nazin Hikmet, que desgarrava com suas inovadoras imagens o mais cruel da essência humana.
Seus amigos, os poetas, lhe escreveram milhares de palavras. Agora é o poeta argentino/brasileiro Carlos Pronzato no seu livro Che, um poema guerrilheiro quem nos narra seu canto épico a Che Guevara. Sua poesia é direta, suas imagens estão cheias de musicalidade em cada palavra e em cada silêncio. Pronzato fala-nos de um Che que está vivo. Um Che poeta.

2 em estoque

REF: Che, um poema guerrilheiro Categoria Tags: , , ,

Autor:
Carlos Pronzato

Número de páginas:
64

ISBN:
978-85-6336-704-4

Editora:
Plena

Informação adicional

Peso 0.185 kg
Aguarde

Livraria e Editora Expressão Popular

Receba nossos informativos!