Conversas de refugiados

R$45,00

Durante a Segunda Guerra Mundial, dois exilados alemães bebem cerveja na estação ferroviária de Helsinque e falam sobre as circunstâncias adversas em que vivem, “tomando sempre o cuidado de olhar para os lados”. Essa é a situação básica dasConversas de refugiados, pela primeira vez traduzidas para o português. Seu autor, Bertolt brecht, era ele próprio um exilado quando começou a trabalhar nesse texto inconcluso, que veio a público somente em 1961. Ainda assim, ou por isso mesmo, brilha nessas conversas a inventiva cheia de humor do dramaturgo perseguido pelo nazismo.
Na forma dialogada entre o físico Ziffel e o operário Kalle, Brecht revisita assuntos que marcaram toda a sua obra. À luz da condição do refugiado, porém, as contradições – matéria-prima sem a qual não há raciocínio dialético – de todos esses temas ganham um interesse especial. “A melhor escola de dialética é a emigração. Os dialéticos mais argutos são os refugiados. Refugiaram-se por causa das transformações, e não estudam nada além das transformações.”
Num momento em que os conflitos da geopolítica mundial voltaram a forçar o deslocamento desesperado de milhares de pessoas, e novas formas de autoritarismo assomam no horizonte, este livro não poderia revelar-se mais necessário.

2 em estoque

REF: Conversas de refugiados Categorias: , , Tags: ,

Autor:
Bertolt Brecht

Número de páginas:
160

ISBN:
9788573266580

Editora:
34

ID do produto: 13919

Informação adicional

Peso 0.250 kg