Desafios da democracia na América Latina – vol.1 – a formação da cultura…

R$0,00

Estes ensaios foram escritos entre 2013 e 2016, isto é, no momento de transição entre o ciclo histórico de expansão das democracias latino-americanas e o ciclo histórico de contração das democracias e reposição de regimes repressivos. Os escritos de autores e autoras surgiram por ocasião dos debates realizados no GT CLACSO “A formação da cultura democrática pelas esquerdas latino-americanas”. Os ensaios fundamentalmente refletem sobre aspectos estruturais e conjunturais da experiência de expansão das democracias latino-americanas, mas apontam também para autocríticas e para dificuldades de ampliação que já se punham naquele momento

O livro surgiu por ocasião do Colóquio Internacional Desafios da Democracia na América Latina que ocorreu na cidade de São Paulo em outubro de 2014. Como se poderá notar, alguns ensaios foram escritos antes e outros foram escritos após as discussões do Colóquio. Por certo a democracia é a questão comum que atravessa os diferentes textos, mas as discussões levaram a desdobrar esta questão em quatro núcleos temáticos diferentes de acordo com quatro dimensões da realidade histórica que perscrutávamos: política, cultura, sociedade e economia. O livro reúne os ensaios de acordo com estes quatro núcleos temáticos e se divide em dois tomos. No primeiro tomo, os textos de política e cultura. No segundo tomo, os textos de economia e sociedade. Esta organização nada tem de rígida e nem poderia, pois grandes textos que compõem esta coletânea articulam todas estas e ainda outras dimensões da vida social latino-americana. A organização é apenas esquemática e editorial. Os textos podem ser lidos fora desta ordem e o diálogo que se perceberá entre eles certamente se articula para além de quaisquer divisões disciplinares ou temáticas. A interdisciplinaridade foi desde o início uma questão de honra para o GT que tinha entre seus propósitos combater a especialização disciplinar que burocratiza e cega os pesquisadores.

O GT “A formação da cultura democrática pelas esquerdas latino-americanas” acaba de se renovar com um projeto de pensar este novo ciclo histórico de contração das democracias que se impôs de maneira rápida e violenta, como numa blitzkrieg. Diante disso, os ciclos expansivos que vivemos na década passada quase já aparecem como nostalgia. Contudo, muito além da memória que certamente não pode ser apagada de milhões de cidadãos e cidadãs, a própria realidade histórica deixa seus sedimentos que podem ser rasurados, mas dificilmente apagados sem deixar rastros.

Neste sentido, a compreensão teórica dos ciclos repressivos que estão se impondo é tão importante quanto a compreensão teórica dos ciclos expansivos que vivemos na década passada. Uma compreensão da lógica histórica concreta das democracias latino-americanas exige dialetizar os ciclos opostos. Afinal, uma compreensão aprimorada dos ciclos de expansão ou contração dos processos de democratização da América Latina pode iluminar o presente não apenas por seus vínculos com a história (compreendendo a articulação entre os ciclos opostos nos períodos da democratização, das ditaduras, das décadas de 1950 e 1960 etc…), mas também por seus vínculos com o futuro. E no presente em que vivemos é preciso avistar algum futuro para saber como agir em tempos adversos em vez de sucumbir às sombras da resignação. O ciclo repressivo que se inicia poderá ser longo e durar décadas, como as ditaduras do século passado, porém cedo ou tarde um novo ciclo de expansão das democracias e das liberdades civis se intensificará nas sociedades latino-americanas.

Limpar
REF: Desafios da democracia na América Latina - vol.1 - a formação da cultura... Categoria Tags: ,

Autor:
André Rocha, Mariana de Gainza e Fábio Sanchez (org.)

Número de páginas:
272

ISBN:

Editora:
Outras Expressões

Informação adicional

Baixe grátis ou contribua! =)

R$0, R$5, R$10, R$15, R$20

Aguarde

Livraria e Editora Expressão Popular

Receba nossos informativos!