Dossiê Lava Jato – um ano de cobertura crítica

R$20,00

No começo de 2017, o repórter Daniel Giovanaz abraçou uma tarefa como integrante do Brasil de Fato, atuando na redação do Paraná: fazer reportagens que permitissem aprofundar a compreensão sobre a operação Lava Jato. E ele mergulhou de cabeça no tema. Até aquele momento, eram raros os veículos de esquerda com essa proposta, o que limitava também a compreensão da militância social e dos dirigentes de esquerda sobre o assunto.

Nem preciso dizer que o resultado está nas páginas deste livro. As reportagens semanais de Giovanaz revelaram o outro lado da operação que fragilizou a principal empresa pública, a Petrobras, em vez de combater apenas os corruptos dentro dela. Giovanaz apresenta o contexto e a História, longe da abordagem do combate à corrupção, que é a aparência do tema. Os textos trazem elementos de análise sobre o Judiciário, poder que teve papel central no golpede Estado contra a presidenta Dilma Rousseff e na prisão de Lula.

O repórter ainda tece os vínculos entre a figura de Sérgio Moro, juiz que se tornou ícone do movimento que derrubou Dilma, desvendando sua formação vinculada aos EUA e as inconsistências no julgamento do caso do tríplex. O trabalho de Giovanaz é um exemplo de como é possível fazer jornalismo de esquerda, nitidamente posicionado na luta de classes em favor dos trabalhadores, sem perder o rigor, a capacidade de análise, a pesquisa e o critério.

Autor:
Daniel Giovanaz

Número de páginas:
192

ISBN:
9788594820259

Editora:
Outras Expressões

Descrição

Daniel Giovanaz é jornalista e mestre em História pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). É autor dos livros Quem matou Marcelino?, uma investigação sobre o assassinato de um vereador do município de Chapecó, e Oligopólio da RBS que analisa a trajetória da afiliada da Rede Globo no Sul do país e seus impactos para a consolidação da democracia na região.

Informação adicional

Peso 0.250 kg
Aguarde

Livraria e Editora Expressão Popular

Receba nossos informativos!