Escola, Estado e contradições sociais

R$18,00

Na sociedade humana, diferente das demais, a sobrevivência não é garantida espontânea e naturalmente. Tanto as lutas travadas com a natureza para domínio e satisfação das necessidades físicas e biológicas, como as levadas a cabo pelos homens entre si, mediadas pela etapa de desenvolvimento, em cada momento e lugar, remetem para a compreensão de que a sobrevivência humana está longe de ser resultado de relações sociais harmoniosas, fraternas e pacíficas. A vida é sinônimo de e pressupõe muitas lutas. E, sendo que as relações sociais são marcadas pala base material em que a educação se constitui, uma vez que esta base está fundada na propriedade privada dos meios de produção, pode-se depreender que, por ser comum a todos, ela traz determinadas implicações para o conjunto da vida social e, portanto, também para a educação, que se revela como um espaço de contradição e de lutas e disputas sociais.

A educação não se restringe nem é sinônimo exclusivo de escola, não se resume à educação formal. A escola é apenas mais um dos meios de se educar os indivíduos para viverem na sociedade, ainda que, a partir da modernidade e, principalmente na atualidade, assumiu uma importância significativa. Por isso, qualquer que seja a modalidade de educação, não podemos pensá-la de forma abstrata, uma vez que é produto das relações sociais. Neste sentido, diferente das concepções liberais e positivistas que procuram camuflar e escamotear suas contradições, procuramos desvelá-las e remetê-las para o reconhecimento desta realidade, dando uma contribuição para o desvelamento das ilusões e da ideologia, para a superação das mesmas.

Fora de estoque

REF: Escola, Estado e contradições sociais Categoria

Autor:
Paulino J. Orso, Sebastião R. Gonçalves e Valci M. Mattos (org.)

Número de páginas:
255

ISBN:
978-85-6442-110-3

Editora:
Outras Expressões

Informação adicional

Peso 0.305 kg
Aguarde

Livraria e Editora Expressão Popular

Receba nossos informativos!