Escravidão contemporânea

R$45,00

A escravidão foi abolida no Brasil no século XIX. No entanto, todo ano, pessoas são traficadas, submetidas a condições desumanas de serviço e impedidas de romper a relação com o empregador. Não raro, sofrem ameaças que vão de torturas psicológicas a espancamentos e assassinatos. Entre 1995 e setembro de 2019, mais de 54 mil pessoas foram encontradas em regime de escravidão em fazendas de gado, soja, algodão, café, laranja, batata e cana-de-açúcar, mas também em carvoarias, canteiros de obras, oficinas de costura, bordéis, entre outras unidades produtivas no Brasil. Organizado pelo jornalista e conselheiro da ONU Leonardo Sakamoto, este livro mostra o que é o trabalho escravo contemporâneo, como ele se insere no Brasil e no mundo, o que tem sido feito para erradicá-lo e por que tem sido tão difícil combatê-lo. Uma obra necessária, pois, enquanto qualquer ser humano for vítima de trabalho escravo, a humanidade não será, de fato, livre.

Autores: Leonardo Sakamoto, André Esposito Roston, Fabiola Mieres, Kevin Bales, Mike Dottridge, Natália Suzuki, Raissa Roussenq Alves, Renato Bignami, Ricardo Rezende Figueira, Siobhán McGrath, Tiago Muniz Cavalcanti, Xavier Plassat

Fora de estoque

REF: Escravidão contemporânea Categorias: , , Tags: ,

Autor:
Leonardo Sakamoto (org.)

Número de páginas:
192

ISBN:
9788552001706

Editora:
Contexto

ID do produto: 36180

Informação adicional

Peso 0.278 kg