Espectador emancipado

R$44,90

‘Quem vê não sabe ver’: esse pressuposto atravessa nossa história, desde a caverna de Platão até a denúncia da sociedade do espetáculo. Ela é comum a Rancière, para quem cada um deve estar em seu lugar, e aos revolucionários que querem arrancar os dominados das ilusões que os mantêm.
Alguns usam explicações sutis ou instalações espetaculares para mostrar aos cegos o que eles não enxergam. Outros querem cortar o mal pela raiz, transformando o espetáculo em ação, e o espectador em pessoa atuante.
A emancipação do espectador é a afirmação de sua capacidade de ver o que vê e de saber o que pensar e fazer a respeito.
Examinando algumas formas e debates da arte contemporânea, este livro tenta responder às seguintes perguntas: o que entender por arte política ou política da arte? Em que ponto estamos em relação à tradição da arte crítica e ao desejo de pôr a arte na vida? Como a crítica militante da mercadoria e da imagem se tornou afirmação melancólica da onipotência destas ou denúncia reacionária do ‘homem democrático’?

Fora de estoque

REF: Espectador emancipado Categorias: , Tags: ,

Autor:
Jacques Rancière

Número de páginas:
130

ISBN:
9788578275594

Editora:
WMF Martins Fontes

ID do produto: 19465

Descrição

 

Informação adicional

Peso 0.150 kg