Igreja e inquisição no Brasil – agentes, carreiras e mecanismos de promoção social – século XVIII

R$60,00

Variadas são as razões para o justificado realce que a historiografia brasileira tem alcançado nos últimos tempos. Durante elas, assinalem-se a consulta mais detida aos conjuntos e acervos documentais e a especial atenção para com determinadas temáticas até agora pouco contempladas ou mesmo desenhadas. Nesse horizonte, a história eclesiástica adquire novo estatuto e torna-se objeto de problematização mais densas e aliciantes. Afloram trabalhos dedicados à análise das estruturas institucionais que não se atêm à transcrição documental com considerações sumárias em torno dos textos regimentais e reguladores.

Felizmente, e de maneira enriquecedora, têm surgido opções pela compreensão, por exemplo, da quase sempre complexa dinâmica e, sobretudo, do não menos insidioso funcionamento das instituições. Este livro ilustra qualificativamente – e como poucas outras obras – o novel cenário.

Igreja Católica e Santo Ofício, instituições distintas, mas que atuam com redes de agentes próprios. Não se excluem, no entanto, os entrelaçamentos e complementaridades entre as duas instituições. Cumpre, assim, perceber como as estruturas eclesiásticas subsidiavam e, por decorrência, legitimavam os propósitos e as operações da Inquisição na América portuguesa. Ao identificar detalhadamente os protagonistas desse processo, o modus faciendi dos provimentos deles nos benefícios do padroado da Ordem de Cristo, e, ainda, suas correlações com os mecanismos de estruturação das hierarquias sociais.

2 em estoque

REF: Igreja e inquisição no Brasil - agentes, carreiras e mecanismos de promoção social - século XVIII Categorias: , Tag:

Autor:
Aldair Carlos Rodrigues

Número de páginas:
406

ISBN:
978-85-7939-195-8

Editora:
Alameda

ID do produto: 8121

Informação adicional

Peso 0.55 kg