Itinerário de uma falsa vanguarda – os dissidentes, a Semana de 22 e o Integralismo

R$53,00

Reconhecido por estudos de primeira grandeza sobre Lima Barreto, o teatro e a cultura anarquistas no Brasil, e o percurso intelectual de Sérgio Buarque de Holanda, entre outros temas, o historiador e crítico de literatura Antonio Arnoni Prado realiza com este livro uma proeza admirável.

Ao focar sua atenção sobre uma linhagem de obras e autores pouco analisados pela crítica — com destaque para a produção excêntrica e contraditória de Elísio de Carvalho (1880-1925) —, o autor amplia a compreensão dos nexos entre literatura e política no período crucial que se estende da proclamação da República à maturação do Modernismo.

História cultural densa e crítica literária das mais finas, Itinerário de uma falsa vanguarda mapeia, sem nenhum esquematismo, as várias vertentes estéticas que confluiriam para os acontecimentos da Semana de Arte Moderna de 1922, bem como para as tomadas de posição ideológica que viriam à tona na década de 1930.

Fora de estoque

REF: Itinerário de uma falsa vanguarda Categorias: , , Tag:

Autor:
Antonio Arnoni Prado

Número de páginas:
296

ISBN:
978-85-7326-442-5

Editora:
34

ID do produto: 5849

Informação adicional

Peso 0.38 kg