Lucien Goldman – ou a dialética da totalidade

R$49,00

Escrito por dois de seus discípulos – Michael Löwy e Sami Naïr, que foram orientados por Lucien Goldmann na École des Hautes Études en Sciences Sociales nos anos 1960, o livro apresenta o método goldmanniano e suas aplicações possíveis, como estudos sobre religião, literatura, sociologia e comunicação. A obra de Goldmann representou um humanismo marxista radical que causou impacto entre os anos 1955 e 1975, sendo posteriormente marginalizada na França, primeiro pela moda do estruturalismo e, em seguida, pelo antimarxismo vulgar, hegemônico nos meios de comunicação. Crítico do determinismo positivista, Goldmann clamava pelos direitos da consciência e do sujeito no processo histórico, rejeitando o positivismo, o cientificismo, o materialismo vulgar e a sociologia conformista.

4 em estoque

REF: Lucien Goldman - ou a dialética da totalidade Categorias , Tags: ,

Autor:
Michael Löwy e Sami Nair

Número de páginas:
192

ISBN:
978-85-7559-128-4

Editora:
Boitempo

Descrição

michael-lowyMichael Löwy nasceu em São Paulo em 1938, filho de imigrantes judeus de Viena. Estudou ciências sociais na USP em 1960. Foi um dos fundadores da Política Operária (POLOP), também em 1960. Doutorou-se na Sorbonne com Lucien Goldmann em 1964 com uma tese sobre o jovem Marx. Vive em Paris desde 1969, onde trabalha como diretor de pesquisa do CNRS (Centre National de la Recherche Scientifique). É autor de livros e artigos traduzidos em 22 idiomas. Entre seus livros publicados no Brasil, destacam-se O pensamento de Che Guevara (Expressão Popular), Ideologias e Ciências Sociais (Cortez), Política do desenvolvimento desigual e combinado (Sundermann),  Afinidades Revolucionárias (Unesp), Revolta e Melancolia (Boitempo) e agora, O Marxismo na América Latina, pela Fundação Perseu Abramo e Expressão Popular.

Informação adicional

Peso 0.32 kg
Aguarde

Livraria e Editora Expressão Popular

Receba nossos informativos!