Máquina automotiva em suas partes, A

R$38,00

A emergente gestão do uso e da remuneração da força de trabalho em plena reestruturação capitalista, um tema considerado crucial na questão do trabalho, é o ponto de partida para o autor Geraldo Augusto Pinto identificar em seu livro, ‘A máquina automotiva em suas partes’ um estudo das estratégias do capital na indústria de autopeças, o que representam os avanços da gestão flexível do trabalho numa economia periférica e dependente como a brasileira.

O livro apresenta um estudo sobre os resultados do processo de reestruturação produtiva, inspirado por elementos do toyotismo, modelo de flexibilização do emprego assalariado, adotado por indústrias transnacionais, em consequência da conjuntura de crise do taylorismo e fordismo pós-década de 1970. A partir de uma pesquisa numa transnacional de autopeças e bens de capital em Campinas (SP), o autor constata que a indústria brasileira articula uma série de contradições na prática da gestão flexível que frequentemente resulta em adoecimento dos trabalhadores e trabalhadoras.

Um dos principais fatores responsáveis por isso, segundo ele, é a adaptação conveniente desse modelo global de produção ao regime de trabalho de países da periferia do capitalismo, já amplamente flexível, que estimula a demissão sem justa causa e constrange a democracia laboral.

Fora de estoque

REF: Máquina automotiva em suas partes, A Categorias: , , Tags: ,

Autor:
Geraldo Augusto Pinto

Número de páginas:
192

ISBN:
978-85-7559-168-0

Editora:
Boitempo

ID do produto: 5116

Informação adicional

Peso 0.32 kg