Mais Livros Menos Armas!

Notícias de lugar nenhum – ou uma época de tranquilidade

R$35,00

O livro Notícias de lugar nenhum é um romance utópico. Propõe uma visão imaginária da Inglaterra no ano 2102, após a revolução socialista. […] O título é, sem dúvida, uma homenagem a Thomas More e seu célebre livro Utopia, de 1518 – que significa, em grego, “lugar nenhum” –, que apresenta uma ilha cujos habitantes haviam estabelecido uma sociedade de tipo comunista. Mas, enquanto a utopia de Thomas More e de muitos socialistas utópicos do século XIX […] situam a comunidade harmoniosa num outro espaço, em Morris é o eixo temporal que predomina: o Nowhere é algo que não existe em “lugar nenhum” ainda, mas que existirá, talvez, no futuro. O princípio motor de Morris é o Princípio Esperança e o sonho acordado daquilo que ainda-não-existe (Noch-nicht-sein), de que fala Ernst Bloch. […]

O romantismo de Morris é um protesto contra a civilização capitalista/industrial moderna, em nome de valores culturais ou sociais pré-capitalistas, uma revolta contra a reificação, a quantificação e o desencanto do mundo produzido pela lógica implacável da mercadoria e do lucro. […] Esse romantismo se manifesta na busca de uma vida social em harmonia com a natureza, como nas formas comunitárias do passado. […]

Outro debate interessante é sobre as liberdades individuais na nova coletividade. […] Um dos aspectos mais profundamente modernos do livro são os seus valores: liberdade, igualdade, fraternidade, democracia, solidariedade. […]

O autor de Notícias de lugar nenhum aprendeu a lição comum a Marx e aos anarquistas: a utopia não pode se realizar abandonando a sociedade corrupta para experimentar uma vida harmoniosa em suas margens. O desafio é transformar a própria sociedade, graças a uma ação coletiva das classes oprimidas. Em outras palavras: William Morris é um utopista revolucionário e um marxista libertário. (Michael Löwy e Leandro Konder)

TRECHO DO LIVRO

“Quando o conflito realmente se iniciou, viu-se como havia pouca coisa valiosa no velho mundo da escravidão e da desigualdade. […] mas no tempo de luta que se seguiu tudo era esperança: ‘os rebeldes’ sentiam-se ao menos suficientemente fortes para reconstruir o mundo a partir do nada – e foi o que fizeram!”(Notícias de lugar nenhum).

SOBRE O AUTOR

William Morris nasceu em 24 de março de 1834 em Essex, Inglaterra. Foi poeta, romancista, decorador, artesão, pintor, arquiteto,designer e ativista político. Criou com amigos, em 1861, a oficina de artes decorativas Trabalhadores Artistas, que produzia artesanalmente móveis e objetos. Em 1887 participou da fundação da Sociedade para a Proteção dos Edifícios Antigos. Na década de 1880 tornou-se ativo militante político e em 1884 criou, com outros amigos, a Liga Socialista. É no jornal da Liga, The Commonweal, que Notícias de lugar nenhum é publicado pela primeira vez, em capítulos, de janeiro a outubro de 1890. É autor de vários outros livros e traduziu para o inglês Eneida, de Virgílio, e Odisseia, de Homero. Morreu em Hammersmith, Londres, em 3 de outubro de 1896.

William Morris foi um dos expoentes ingleses das artes e das ideias no século XIX, além de militante socialista, de quem o conceituado historiador E. P. Thompon escreveu uma formidável biografia.Em Notícias de lugar nenhum, romance utópico ambientado na Inglaterra em 2102, ele descreve a nova sociedade surgida da Grande Mudança, na qual máquinas “infinitamente superiores às do passado” libertam os indivíduos das tarefas tediosas e desagradáveis para que possam se dedicar a uma atividade humana livre e criadora.

REF: Notícias de lugar nenhum - ou uma época de tranquilidade Categorias: , , , Tags: , , ,

Autor:
William Morris

Número de páginas:
296

ISBN:
9788577433636

Editora:
Expressão Popular

ID do produto: 31229

Informação adicional

Peso 0.330 kg
Aguarde

Livraria e Editora Expressão Popular

Receba nossos informativos!