Os sertões – pocket

R$25,00

Fixação de texto e notas de Guto Leite e Homero Vizeu Araújo
Apresentação de Homero Vizeu Araújo, Guto Leite e Luís Augusto Fischer

“O sertanejo é, antes de tudo, um forte.”

No árido arraial de Canudos, no sertão baiano, organizou-se, em meados da década de 1890, uma comunidade de pessoas pobres, seguidoras do líder religioso Antônio Conselheiro. Estima-se que tenham chegado a 25 mil indivíduos. Era uma sociedade à margem do Estado baiano e da jovem República brasileira. O descumprimento de pequenas leis e o descontentamento com questões relativas a impostos provocaram a ira do governo, que respondeu enviando tropas – estaduais e a seguir federais – para esmagar o povoado.

Euclides da Cunha (1866-1909) visitou o palco do conflito em 1897 como correspondente do jornal O Estado de S.Paulo. Até então, a notícia que se tinha do longínquo embate era de sertanejos selvagens, fanáticos religiosos e antirrepublicanos. Após retornar ao centro do país, Euclides redigiu a maior parte do que viria a ser Os sertões, publicado pela primeira vez em 1902. Decorrido mais de um século de sua publicação e da Guerra de Canudos, esta obra peculiar e grandiosa, misto de reportagem de guerra, ensaio documental-histórico e libelo político, continua sendo um texto fundamental para se entender o Brasil de ontem e de hoje.

Fora de estoque

Categorias: , , , Tags: ,

Autor:
Euclides da Cunha

Número de páginas:
648

ISBN:
9788525433381

Editora:
LPM

ID do produto: 30986

Informação adicional

Peso 0.520 kg

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Os sertões – pocket”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar de…

Aguarde

Livraria e Editora Expressão Popular

Receba nossos informativos!