Pagamento por produção, intensificação do trabalho e superexploração…

R$35,00

O conteúdo deste livro é um exemplo da realidade crua e cruel do trabalho nos canaviais paulistas. É o avesso da grandiosidade da produção de açúcar e do etanol, considerado pelo discurso dominante como energia limpa. A maior contribuição teórica do livro se assenta na discussão do conceito de superexploração.

Ao incorporar as reflexões de Karl Marx e Rui Mauro Marini Marini, a autora vai, didaticamente, trazendo os conceitos de valor e preço da força de trabalho, para, em seguida, concluir que há, no caso estudado, a superexploração. Outro ponto a ser destacado se refere ao material de pesquisa produzido: entrevistas com trabalhadores no estado de São Paulo e no município paraibano de Tavares, local de muitos migrantes para o corte de cana; observação, caderno de campo, fotografias, além de dados secundários e outros documentos.

Nos últimos anos, a mecanização tem abrangido, em muitas regiões, a totalidade das áreas dos canaviais paulistas. Tal fato tem representado uma diminuição muito grande da presença de trabalhadores migrantes destinados ao corte manual. As perspectivas visam à completude da mecanização em poucos anos, sobretudo em virtude das leis que proíbem as queimadas da cana, prática que traz danos ao meio ambiente, à saúde das pessoas das cidades e, sobretudo, aos/às trabalhadores/as.

REF: Pagamento por produção, intensificação do trabalho e superexploração na agroindústria canavieira Categorias , Tags: , ,

Autor:
Juliana Biondi Guanais

Número de páginas:
376

ISBN:
9788594820242

Editora:
Outras Expressões

Informação adicional

Peso 0.360 kg
Aguarde

Livraria e Editora Expressão Popular

Receba nossos informativos!