Mais Livros Menos Armas!

Plantas doentes pelo uso de agrotóxicos

R$30,00

Francis Chaboussou, ao enunciar a teoria da trofobiose, lançou um dos pilares da agroecologia. Ao longo desta obra, o leitor encontrará uma sólida argumentação científica, demonstrando que os parasitas não atacam as plantas cujos sistemas nutricionais estejam equilibrados; em contrapartida, são os fertilizantes solúveis e os agrotóxicos que os atraem, gerando, assim, um ciclo de dependência.
As pragas e doenças vegetais hoje cresceram muito, com o uso desenfreado desses agrotóxicos e fertilizantes. Resultante desse processo é o fracasso da “revolução verde” e do “agronegócio”, com suas  sombrias consequências para o planeta. O equilíbrio da composição mineral do solo é condição sine qua non para a sua fertilidade; o problema está em como alcançar esse equilíbrio. Nesta obra pioneira, Chaboussou, mostra como o equilíbrio biocenótico da fertilidade do solo propicia a produção de alimentos limpos, sem uso de agrotóxicos ou fertilizantes químicos.
Aí está, para os cientistas e para os agricultores pesquisadores, a base de uma tecnologia da vida – a agroecologia – por meio da qual se propõe alcançar a harmonia da natureza com a própria consciência humana, por um modelo de produção capaz de alimentar a humanidade, sem dilapidação dos recursos não renováveis. Com revisão técnica e apresentação do professor Luiz Carlos Pinheiro Machado,  é leitura indispensável para o estudo da agricultura orgânica e para aqueles que, na prática agrícola, enveredam pelo sábio caminho do desenvolvimento sustentável, tão atual quanto necessário.
REF: Plantas doentes pelo uso de agrotóxicos Categoria Agroecologia Etiquetas: Agroecologia, Coleção Agroecologia, Expressão Popular
REF: Plantas doentes pelo uso de agrotóxicos Categorias: , , , Tags: , , ID do produto: 4570

Autor:
Francis Chaboussou

Número de páginas:
320

ISBN:
978-85-8739-493-2

Editora:
Expressão Popular

Descrição

Informação adicional

Peso 0.372 kg
Dimensões 14 × 21 × 5 cm
Aguarde

Livraria e Editora Expressão Popular

Receba nossos informativos!