Resistênca à remoção de favelas no Rio de Janeiro

R$58,00

No período de 2007 a 2016 o Rio de Janeiro virou um grande laboratório urbanístico. Iniciando a jornada com os Jogos Pan-americanos, passando pela Copa do Mundo e encerrando com as Olimpíadas, a cidade transformou-se nada sensivelmente em um canteiro de obras, refletindo uma grande aliança entre o poder público e as empresas privadas.

Eduardo Paes entrou no papel do prefeito que toca obras e fez inúmeras intervenções para adequá-la ao novo status de cidade internacional, sede de grandes eventos mundiais. Pegando carona nessa desculpa, Paes encarou o “o problema das favelas” como algo a ser resolvido, algumas sendo ocupadas por poder policial e “integrando-se” à cidade, outras sendo removidas, com suas famílias, suas histórias e sua cultura sendo despejadas de seu habitat natural. É esse aspecto que o livro aborda, fazendo reflexões importantes acerca das remoções das favelas da cidade do Rio de Janeiro.

1 em estoque

REF: Resistênca à remoção de favelas no Rio de Janeiro Categorias: , , Tag:

Autor:
Alexandre F. Mendes e Giuseppe Cocco (orgs.)

Número de páginas:
344

ISBN:
9788571065697

Editora:
Revan

ID do produto: 10605

Informação adicional

Peso 0.502 kg