Tecendo memórias e histórias

R$25,00

Transcender o aspecto pessoal da importância da escrita negra e feminina. Pois quando nasce uma escrita negra, renasce também a história de uma família e de um povo e especial das mulheres. A escrita negra é um ato de resistência, é construção coletiva é a importância de estar juntas e resgatar vidas, sonhos e memórias. Como diz uma amiga (Alê): “As escritas das Mulheres Negras é ato de resistência e a literatura negra causa fissura, sendo assim é arte política. Ela tem este papel social de causar fissura, de causar espanto, de outras e outros se identificarem nela”.

Se isso ocorre com os leitores e leitoras, a literatura negra, de mulheres negras cumpriu seu papel político, porque a escrita já não é mais do escritor-a, não é mais de uma família, e sim passa a ser do mundo. Daí a importância da escrita das mulheres negras de contar, registrar e transbordar em suas literaturas, em suas escritas, gerar ato político, gerar arte política. Foi neste espirito que mergulhei no passado resgatando memórias vividas.

Fora de estoque

REF: Tecendo memórias e histórias Categorias: , , Tags: , ,

Autor:
Marli de Fátima Aguiar

Número de páginas:
25

ISBN:
-

Editora:
Coletivo Conversa Negra

ID do produto: 12275

Informação adicional

Peso 0.125 kg