Walter Benjamin – aviso de incêndio

R$42,00

Um dos principais estudiosos da obra de Walter Benjamin, Michael Löwy analisa em ‘Aviso de incêndio’ – as suas teses sobre o conceito de história. Para Löwy, Benjamin é mais do que um historiador da cultura, um filósofo – pela forma com que articulou na sua visão arte, política e teologia, criando uma nova visão da história. Analisando tese a tese, Löwy destrincha, de forma clara e erudita, as idéias, polêmicas, confrontos e ideais por detrás das proposições de Benjamin.

Com uma preocupação inclusive de ilustrá-las por meio de exemplos da realidade latino-americana, como a Teologia da Libertação e o Zapatismo de Chiapas. Escritas em 1940, no auge do fascismo na Europa, as teses vieram a público somente após a morte de seu autor, em setembro do mesmo ano. Articulando influências tão contraditórias e ricas como o romantismo alemão, o messianismo judaico e o marxismo, Benjamin constrói, nas suas dezoito teses e dois anexos, uma síntese própria e extremamente original das relações da humanidade com o tempo, das lutas sociais e do historiador com o passado e o presente.

Fascinantes e enigmáticas, em ‘Aviso de Incêndio’ as teses de Benjamin, por meio do excelente trabalho analítico de Löwy, revelam toda a sua densidade e riqueza de idéias.

4 em estoque

REF: Walter Benjamin: aviso de incêndio Categorias ,

Autor:
Michael Löwy

Número de páginas:
160

ISBN:
978-85-7559-059-1

Editora:
Boitempo

Descrição

michael-lowyMichael Löwy nasceu em São Paulo em 1938, filho de imigrantes judeus de Viena. Estudou ciências sociais na USP em 1960. Foi um dos fundadores da Política Operária (POLOP), também em 1960. Doutorou-se na Sorbonne com Lucien Goldmann em 1964 com uma tese sobre o jovem Marx. Vive em Paris desde 1969, onde trabalha como diretor de pesquisa do CNRS (Centre National de la Recherche Scientifique). É autor de livros e artigos traduzidos em 22 idiomas. Entre seus livros publicados no Brasil, destacam-se O pensamento de Che Guevara (Expressão Popular), Ideologias e Ciências Sociais (Cortez), Política do desenvolvimento desigual e combinado (Sundermann),  Afinidades Revolucionárias (Unesp), Revolta e Melancolia (Boitempo) e agora, O Marxismo na América Latina, pela Fundação Perseu Abramo e Expressão Popular.

Informação adicional

Peso 0.27 kg
Aguarde

Livraria e Editora Expressão Popular

Receba nossos informativos!